Sobre :

Série - After
Livro 3 - Depois do Desencontro
Autora - Anna Todd
Editora - Paralela
Páginas - 416

Skoob / Goodreads

Compre Aqui :



Sinopse :

Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu charme de bad boy — seria o único capaz de fazê-la esquecer das dificuldades, mas até ele se vira contra Tessa quando descobre o segredo que ela vem guardando. Se este casal intenso e apaixonado já vivia por um fio antes, agora os obstáculos são maiores do que nunca. Depois do desencontro, essa história de amor sobreviverá? 

Impressões :

"Poderá conter spoillers"

Entre indas e vindas, eu acho que demorei quase um ano para ler este livro. Comprei logo quando saiu e já tinha acabado o segundo livro. Acontece que quando comecei a ler este, nossa, me cansou...Não sei se era meu momento na época, mas estava realmente muito chato.

Neste mês de junho, peguei o livro de novo e entre uns e outros foi fluindo.

Desta vez, vemos uma Tessa mais madura e mais segura do que deseja e do que espera de seu relacionamento com Hardin. Ela ainda crê que poderão se casar e ter o seu "felizes para sempre", embora sonhadora de certa forma, entedemos que ela na verdade é capaz de suportar todos os erros de Hardin para tê-lo em sua vida.

Hardin no entanto, continua sendo egoísta, machista, imaturo e tornando o relacionamento abusivo.

Temos um personagem de volta a vida de Tessa, em uma de suas andanças encontra seu pai em uma situação semelhante a de um morador de rua e resolve ajudá-lo, passamos a ter algumas passagens contando quem é o pai de Tessa, no entanto, neste momento de vida. Hardin acaba de certa forma ajudando, pois acha que dessa forma poderá ter Tessa ao seu lado.

Neste livro, temos uma reviravolta e passamos a conhecer de verdade quem são e como são os amigos de Hardin, Tessa é presa em uma armadilha e a partir daí, podemos notar o quão problemáticos são alguns deles.

Notamos ainda que Hardin continua a esconder segredos referente ao seu passado, que não nos deixa margem a imaginar exatamente o que é.

Tessa decide se mudar de cidade, acreditando que Hardin vai com ela, ele não só não vai como faz suas artimanhas para prejudicar a mudança.

Este deveria ser o último livro da série, no entanto, a editora o dividiu em três partes. Em algum momento, trarei a resenha deles para vocês, já os comprei, no entanto, não sei quando irá despertar o meu interesse.

Daria uma nota 3 para este livro.


Olá pessoal, tudo bem ? Vi que tem muita gente gostando das postagens mostrando o dia a dia de uma viagem a Orlando. Por este motivo, decidi que vez ou outra (talvez uma vez por semana), eu vou postar um diário de bordo, mostrando fotos e comentando um pouco sobre cada um dos dias e em cada uma das viagens que fiz.

O objetivo não é ostentar nada, é dar a oportunidade de mostrar novos lugares, o que conheci, o que valeu a pena ou não. E principalmente dar a oportunidade para quem sonha em conhecer, de poder ver um pouquinho mais. Da mesma forma que eu fiz anos atrás e ficava muito feliz...

Neste dia, que foi o quarto dia de nossa viagem, resolvemos que íriamos "descansar", por isso, saímos para fazer compras em dois shoppings.


Na época, eu não tinha hábitos muito saudáveis no café da manhã. Eu logo resolvi comer um salgadinho e tomar uma Vanilla Coke (Coca Cola de baunilha) e estava tudo certo. Depois do café da manhã, saímos. O Altamonte Mall não é próximo e por isso resolvemos que era melhor ir logo pela manhã.


Caímos na "estrada", nem preciso dizer que é muito bacana poder andar pelas ruas e estradas. Até porque, andar em SP é cada dia mais problemático.


Depois de aproximadamente 40 minutos, chegamos. Saindo do burburinho de Orlando, não tinha trânsito e nem muito movimento.


Paramos nosso carro e lá vamos nós...


Fiquei doida quando vi essa livraria, até porque para um leitor, poder visitar livrarias fora do país é uma honra. Acontece que ficamos de voltar mais tarde e...


Escolhemos a entrada mais próxima de onde estávamos...


Este é o corredor de entrada, do lado direito é a entrada do Elephant Bar e do lado esquerdo aluguel de strollers, os carrinhos para bebê. Lá é comum ser locado e não cedido como nos shoppings aqui do Brasil.


Os meninos se divertiram por um bom tempo nessa máquina, obviamente que não ganharam nada e só gastaram dinheiro.


Compensa ir a um shopping longe ?  Sim. É bem mais vazio e com menos turistas, com isso, temos preços melhores (de forma relativa) e a opção de estoque e de produtos é sempre maior. Então, para gente compensou sim ir até lá.


Eu passei em uma loja da MAC e a vendedora acabou fazendo uma make com corretivo e base no meu rosto. Acabei comprando o que ela passou em mim, mas nunca ficou igual hahahahaha.


Já na volta, pegamos trânsito. Algo normal, já que as pessoas lá tem vida normal. Saindo de escolha, do trabalho e etc...


Passamos em frente ao Amway Center, um estádio bem conhecido.


Chegamos no Mall at Milenia e lembramos que estávamos sem comer, morrendo de fome. Demos uma andada e resolvemos parar para comer. Dentre nossas opções, escolhemos o Johnny Rockets, na época ele ainda não existia no Brasil e fomos por indicação de amigos.


Depois de comer, fomos dar mais uma volta pelo shopping. 


Mesmo que você não vá comprar nada, vale a pena o passeio. Mesmo que você vá apenas para uma refeição. É possível conhecer algo diferente ao que estamos acostumados. Mas é tanta oferta em algumas lojas, que fica quase impossível que você não compre nada.

Depois de dar uma volta, comprar algumas coisas, fomos embora. Estávamos cansados. Banho e um cochilo. Resolvemos que iríamos comer no Mc, o maior Mc do mundo ficava no fundo do nosso hotel, no mesmo terreno. Dava para ir a pé. Se tem algo que odeio nessa vida, é que duvidem de mim. Pois bem, duvidaram que eu ia de pijama e crocs (com meia).


Como se eu ligasse hahahaha. Aqui já não ligo. Imagina em um lugar onde ninguém está preocupado em ficar reparando no outro e além disso, ninguém me conhece. FUI MESMO.
Estávamos tão cansados, que não tivemos pique de arrumar o quarto. Estava tudo por cima e ficaria pro dia seguinte.


Comemos no quarto mesmo. Sentei no chão e pronto...pq sou dessas. Sem mimimi.

Depois disso, eu só queria escovar os dentes e cama. No dia seguinte era dia de mais.



Foto retirada do Google

Dia desses me deu um desejo de grávida : flan com calda de morango ao vinho. Acontece que eu não tinha nenhuma receita do jeito que eu queria, então eu resolvi ir para a cozinha e fazer o flan que já sei e improvisar na calda. Acontece que deu certo e ficou maravilhoso, só de pensar me dá água na boca.
É super fácil de fazer e fica uma delícia.

Ingredientes para o Flan :

1 lata de leite condensado
1 caixinha de creme de leite
395 mls de leite de vaca
1 envelope de gelatina sem sabor.

Modo de preparo :

Dissolva a gelatina no leite e leve ao fogo, quando for iniciar fervura, coloque no liquidificador. Em seguida coloque o leite condensado e o creme de leite. Bata tudo até ficar homogêneo.

Pegue uma assadeira de furo no meio, unte com óleo (um fio apenas), em seguida coloque embaixo da torneira para tirar todo excesso de óleo, deixe escorrer um pouco.
Coloque o conteúdo do liquidificador na assadeira e leve para geladeira.

O tempo total de ponto, é de 4 horas.

Ingredientes para a calda :

1 caixa de morango, lavados e cortados. Aproximadamente duas xícaras.
1 xícara de açúcar.
100 mls de vinho do porto (caso você não tenha, pode ser qualquer vinho tinto suave).

Modo de preparo :

Eu começo a fazer quando o flan está na geladeira por umas três horas.

Leve ao fogo baixo e vá mexendo vez ou outra, quando ferver você vai notar que vai começar a engrossar, o ponto é de uma calda mesmo. Não de geléia.
Ainda no fogo, amasse a fruta, apenas para que ela fique em pequenos pedaços e a calda mais saborosa.
Desligue e coloque em um vidro com tampa esterelizado ou pote plástico, ainda quente.
Espere a calda esfriar, será mais ou menos o tempo de terminar o tempo de geladeira do Flan.

Para servir, coloque a calda já fria em cima de uma fatia de flan, ou desenforme e coloque toda a calda em cima. De acordo com o seu gosto.



Aqui nesta foto é o flan com a calda que eu fiz.

Se você fizer a receita, me conte o que achou.